Associados

FUNDADORES
“… aqueles cujos nomes constam da Acta da primeira Assembleia Geral”, em exercício na Associação

LUÍS CASTRO
Nasceu em Nampula, Moçambique, em 1961, licenciou-se em Medicina Veterinária em 1984, completou o curso de Língua e Cultura Italianas em 1990. Da sua formação artística fazem parte ateliês e estágios diversos, a frequência da Escola Superior de Teatro e Cinema, o curso de Teatro da Universidade Técnica, aulas regulares no Actor’s Centre, em Londres, e o estudo de Canto Lírico. Domina fluentemente as línguas inglesa, francesa e italiana, e trabalhou como Actor entre 1987 e 2000. Em 2001 fundou a KARNART C. P. O. A. A. – estrutura profissional dedicada à produção, criação e investigação artísticas –, onde tem vindo a forjar um conceito que cruza as Artes Performativas e as Artes Plásticas, o Perfinst, espelhado em espectáculos destacados e premiados (www.karnart.org). Leccionou ou lecciona, como professor convidado, na Escola Superior de Dança de Lisboa, na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, na Universidade Lusófona, nos institutos Etic, Restart, World Academy e Cascais School of Arts & Design.

VEL Z
Licenciado em Fine Art pelo Central Saint Martins College of Art and Design, de Londres, em 2001, VEL Z vive e trabalha em Lisboa desde então. Fundador e colaborador da estrutura de investigação e criação artística KarnART, onde assina espectáculos que cruzam a imagem digital com a representação performativa, colabora com vários artistas nas áreas de imagem para divulgação, fotografia, vídeo, estilização e som.

 

ORDINÁRIOS
“… os que sejam regularmente admitidos e que não correspondam a nenhuma das restantes categorias”, listados por ordem decrescente de antiguidade

ISABEL GAIVÃO
Nasce em 1963. Em 1988 termina o Curso de Formação de Actores da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa. Em 1991 frequenta vários cursos em Nova Iorque no Herbert Berghof Studio nomeadamente “Playwright”, Make Up” e Improvisation”. Em Televisão destaca a sua participação na novela “Passerelle” em 1989 pela qual recebeu o prémio “Sete de ouro/revelação/televisão”. Em Cinema tem vindo a participar em várias curtas metragens de Paulo Abreu e em Teatro trabalha regularmente com os encenadores Luís Castro (KARNART), e Alexandre Lyra Leite (Inestética Companhia Teatral). Integra ainda o projecto para a infância “Histórias Magneticas” do músico de Jazz Sérgio Pelágio. É associada da KT desde 2002.

PEDRO OLIVEIRA
Nascido em 1965 é musico, compositor e produtor musical desde 1983. Licenciou-se em direito pela Faculdade de Direito de Lisboa em 1990, tendo concluído uma pós graduação em direito da comunicação na Faculdade de direito de Coimbra. Colabora com a GDA, Gestão dos Direitos dos Artistas desde a sua criação em 1995, desempenhando actualmente as funções de Director Geral. É associado da KARNART desde 2002.

ANABELA CARVALHO
Nasce em Lisboa em 1971. Licencia-se em Ciências da Comunicação, em 1994, pela Universidade Autónoma de Lisboa. Ingressa no Gabinete de Comunicação Social, da Câmara Municipal de Lisboa, em 1993. Após sucessivos concursos, progride na carreira de técnico superior de comunicação social. Em Julho de 2003, é nomeada Chefe da Divisão de Comunicação e Imagem da autarquia, onde se mantém até Maio de 2011. Desde Setembro de 2011, desempenha funções de assessoria de imprensa na União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), uma organização internacional de âmbito municipal. É associada da KARNART desde 2012.

ANA MAGALHÃES
Nasceu em Lisboa, em 1974. É licenciada em Antropologia pela Faculdade de Ciências Socais e Humanas (UNL) e mestre em Turismo e Comunicação (FLUL / IGOT / ESHTE). Trabalhou como investigadora em projetos científicos, tendo realizado pesquisas etnográficas em torno de bairros sociais e minorias étnicas. Foi também docente no ensino básico (até 2012). Atualmente colabora em projetos de desenvolvimento comunitário e intercultural. Faz também pesquisa sobre cadeias operatórias artesanais e utensílios ligados à produção na área da alfaiataria e do crochet, sendo criadora de modelos originais nesta técnica. É associada da KARNART desde 2017.

GRAÇA FONSECA
Nasceu em Portalegre em 1953. Fez os cursos de Gestão Cultural com a Joan Jeffrey (UC, NYC), no CCB em 1998/1999, e de Restauro de Arqueologia no Museu de Arqueologia e Etnologia de Setúbal, com Luísa Ferrer Dais. Trabalhou na Culturgest, como assistente da Coleção da Caixa Geral de Depósitos, em 2012/2013. Desempenhou funções de direcção na Fundação António Prates em 2006/2009, em 2000/2004 trabalhou na organização da Feira de Arte Contemporânea de Lisboa, em 1993/1997 fez parte do Comité Organizador da ARCO Feira Internacional de Arte Contempóraneo de Madrid. Criou e dirigiu a galeria Graça Fonseca, vocacionada para a Arte Contemporânea, foi assistente da direção das galerias Luís Serpa (1983/1986) e Valentim de Carvalho (1988/1987). Dirigiu o laboratório de restauro do Serviço de Arqueologia da Zona Sul, em Évora, na equipa de Caetano Beirão, e fez escavações e restauro dos espólios do templo votivo de Garvão, Cisterna de Silves, zona exterior das grutas do Escoural na equipa de Rosa e Mário Varela Gomes. Fez parte da equipa de organização do Festival de Cinema da Figueira da Foz em 1979/1981. É associada da KARNART desde 2018.

RODRIGO DIAS
N. 1969. Licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa em 1992 e concluiu a pós-graduação em Direito da Sociedade da Informação. Exerce advocacia desde 2001. Leccionou a cadeira de Direito de Autor e Criação Artística na Universidade Lusófona e é formador na área do Direito de Autor. Tem actividade regular como músico desde 1987. É sócio e fundador da Addacsystem, fabricante de sintetizadores modulares. É associado da KARNART desde 2018.

JORGE MARTINS ROSA
É professor associado no Departamento de Ciências da Comunicação da NOVA-FCSH, leccionando, entre outros, os seminários de mestrado «Cibercultura» e «Cultura Pop», e «História e Tendências dos Media Digitais» «Arte e Tecnologia» a nível do doutoramento. Depois duma dissertação de mestrado sobre videojogos, defendeu doutoramento sobre as ligações entre Philip K. Dick e o discurso da cibercultura. Foi, entre 2010 e 2012, investigador principal do projecto «A Ficção e as Raízes da Cibercultura». Participou, em 2008, no júri da DGArtes para avaliação de candidaturas a projectos na área das Artes Digitais. É associado da KARNART desde 2018.

XANA LAGUSI
Produtora de artes performativas, actriz e performer, Sandra Costa assume-se enquanto Xana Lagusi no percurso artístico que decidiu trilhar desde que, em 2013, deixou a actividade profissional de bancária que a ocupava deste 1996. Da sua formação artística fazem parte o curso de formação de actores da escola InImpetus, bem como workshops no Centro Cultural de Vila Flôr, no Espaço Evoé e no Fórum Dança. Completou em 2016 o curso de Gestão e Produção das Artes do Espectáculo do Fórum Dança, e fez diversas formações sobre Políticas Culturais com o programador Rui Matoso, em Montemor-o-Novo, em 2015. Em produção trabalhou nas áreas da Dança, do Teatro e do Cinema. É associada da estrutura de criação e investigação artística Karnart C. P. O. A. A. desde 2018.

VANESSA SOUSA DIAS
Nasceu em Lisboa em 1984. Licenciada em Sociologia (ISCTE, 2006) e em Cinema (ESTC, 2010), desempenha actualmente o cargo de Técnica de Museologia no Museu do Fado e colabora pontualmente com a Cinemateca Júnior. Co-realizadora do documentário de criação “Um Filme Português” (2011) e co-autora do livro “Novas & Velhas Tendências no cinema português contemporâneo” (2013). É associada da KARNART desde 2019.

PEDRO VAZ
É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas pela FCSH/UNL (2003) e conclui em 2005 a Pós-Graduação em Gestão Cultural da Universidade Lusófona. Inicia a sua carreira no Teatro, enquanto jovem, onde trabalhou como ator, produtor e formador. De 2009 a 2013, assume a Direção Artística e Gestão do Cinema-Teatro Joaquim d’Almeida, no Montijo, e em colaboração com a Artemrede. Já no Reino Unido, conclui o mestrado em Teatro Aplicado com Comunidades na Royal Central School of Speech & Drama, em Londres e aposta numa carreira de investigador, encenador e facilitador, tendo publicado pela primeira vez em 2018. Desenvolve trabalho ligado à participação emocional e integração social de comunidades pelas artes em sítios não convencionais, que incluem: The Vaults, Theatre 503, Spectrum, Medway Digital Festival e Gulbenkian Teatro/KRAN Refugiados. Enquanto Gestor e Programador Cultural, trabalha em projetos a nível internacional na área da educação pelas artes: DreamArts London, Cardboard Citizens, AFTEC Hong Kong, ICAF Roterdão, comuArt Barcelona, Agência/ The Agency, Theatre31. Atento ao trabalho da Karnart desde 2012, torna-se associado em 2021.

 

HONORÁRIOS
“… as pessoas singulares ou colectivas que pelo seu mérito e contributo excepcional para a realização dos fins da Associação, justifiquem esta distinção”

São correntemente Associadas Honorárias da Karnart as artistas plásticas Maria do Rosário Maia e Gina Flor.

Gil Mendo, coreólogo, foi durante muitos anos associado honorário da estrutura, bem como Maria do Rosário Coelho (14/06/1926 – 19/11/2011), cantora lírica e professora de técnica vocal, Luísa San Payo (12/03/1937 – 21/11/2010), advogada e galerista, e Luiz Francisco Rebello (1924 – 2011), dramaturgo e advogado.

 

EXTRAORDINÁRIOS
“… As pessoas colectivas públicas ou privadas que contribuam com uma quota especial a acordar e que, como tal, sejam admitidas pela Direcção”

Não existem, ao momento presente, Associados Extraordinários na Karnart.