Comb

Smith’s Galleries, fotografia de Clare Chong
LOCAL E DATAS

UK London

Smith’s Galleries (Covent Garden)
10 a 14 Janeiro de 1996, 19.30h
23 Fevereiro a 03 Março de 1996, 20h

I. C. A. Institute of Contemporary Arts
30 Setembro 1996, 20h

APRESENTAÇÃO

Perfinst para dez actores, COMB é o primeiro espectáculo em que Luís Castro dirige uma equipa, aquele em que o então actor se estreia na concepção, produção e direcção de actores. Apresentado em Londres, capital para onde Luís se mudara em 1995, COMB foi aplaudido pela crítica inglesa: Donald Hutera, crítico da secção de Dança da TimeOut London refere-se-lhe, no seu artigo de 21-28 Fev 1996, como “Castro’s genial post-Pina Bausch snake pit” e o jornal The Evening Standard diz que o espectáculo “offers an extreme view of the human condition”. O espectáculo teve primeiro duas carreiras nas Smith’s Galleries em Covent Garden, e depois uma apresentação na plataforma “The Ripple Effect” do ICA Live Arts, destinada a novos artistas.

Algures entre o Teatro, a Dança e as Artes Plásticas, COMB resistia a deixar-se catalogar; era uma “Performance-Installation”, mas mais do que isso. Reduzindo-se o termo para facilidade de comunicação e usando-se as quatro primeiras letras de cada um dos conceitos-pilar, Perf e Inst, criou-se o neologismo PERFINST, que ao longo dos tempos acabou por consolidar a sua essência tornando-se matriz do trabalho do criador e da KARNART, estrutura que em 2001 se constitui para a criação e investigação artísticas do conceito.

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA
FINANCIAMENTO E APOIOS

financiamento institucional

sem qualquer financiamento

apoio

Smiths’s of Covent Garden/Christina A. Smith.

agradecimentos

Francesca Gambatesa, Christine Rebbet, Myriam Meder.

GALERIA

Fotografias de Célia Penteado

MATERIAL PARA DIVULGAÇÃO
IMPRENSA
COMENTÁRIOS